7 referências de sociologia econômica

pitacodemia-sociologiaeconomica

Hoje exploraremos mais um campo interessante da sociologia: a sociologia econômica. Contando mais uma vez com os excelentes pitacos de Eduardo Cuducos, apresentamos algumas referências para conhecer essa área, que é fonte de debates interessantes na academia.

Muitos sociólogos questionam os economistas, entendendo que a economia parte de ideias abstratas e simplistas demais para explicar como a sociedade funciona. Nesse debate, alguns sociólogos se debruçaram especificamente sobre o objeto que é, por tradição, quase exclusivo da economia: o próprio mercado. (…)

10 referências sobre combate ao racismo (ou inclusão de saberes plurais)

pitacodemia-angeladavis

Hoje vamos tratar sobre combate ao racismo. A luta mundial pela tolerância, igualdade e respeito às diferenças (pluralidade) é um dos tópicos que embasa os pitacos de hoje, dado por Liliane Braga, a quem passamos à palavra. Bons pitacos!
Meus pitacos dialogam com o 21 de março, lembrado como o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial em razão do massacre ocorrido Shaperville (África do Sul) em 1960, mas também vão um pouco mais além. (…)

7 referências sobre história da ficção científica

pitacodemia-asimov

Os pitacos de hoje são sobre uma área que interessa a muitos, mas nem sempre se encontra referências bibliográficas: Ficção Científica! Quem os deu essa contribuição é o historiador Ícaro mello, que tem uma relação de pesquisa com o tema.

Como ele nos contou, duas coisas sempre atravancaram suas pesquisas sobre História da Literatura de Ficção Científica na academia. (…)

10 referências sobre filosofia do design

pitacodemia-filosofiadodesign

Você ja ouviu falar sobre filosofia do design? Pois bem, é sobre esse tema os pitacos de hoje. Para explicar melhor essa área, dou a palavra a Marcos Beccari, especialista no assunto. Ele precisou de um pouco mais que 2 parágrafos, mas dá uma verdadeira aula sobre o assunto. Bons pitacos!

Mas então, que diabos é “filosofia do design”? Esta é uma pergunta que eu e alguns colegas tentamos responder semanalmente no seguinte site: http://filosofiadodesign.com/. Felizmente, pois, não é uma questão facilmente esgotável, tampouco restrita aos designers. (…)