7 referências sobre literatura infanto-juvenil africana e afro-brasileira

pitacodemia-litafricana

Sexta-feira. Como sempre, tentamos aqui dar pitacos mais leves dado que no final de semana as pessoas gostam de descansar e entrar em contato com coisas mais tranquilas.

Bom, os pitacos de hoje são leves. Sim, mas também são muito bons para reflexão. Não se trata apenas de literatura ou vertente infanto-juvenil. A importância é que eles indicam algo mais amplo e importante: os saberes frutos de outras culturas, que são bastante importantes e compõem a identidade do povo brasileiro.

Sidney Ferrer, sociólogo e educador no Museu Afro Brasil, nos enviou seus pitacos sobre literatura infanto-juvenil de origem africana e afro-brasileira. Bom para conhecer, para se aprofundar, e, sem dúvida, para respeitar a diversidade. Deixamos a palavra com Sidney. Bons Pitacos!

 

Monteiro Lobato é imortalizado em nossa literatura. Irmãos Grimm, todos eles, ouvimos seus contos como as estórias de nossas infância. Mitos gregos (Minotauro, Medusa, Homero e por aí vai…) são sempre conhecidos. Mas serão os únicos? Será que Helena era a única a causa inveja em deusas?

Mbira, Kalimba, você ouve instrumentos assim desde criança? De onde eles vêm?

Há algum tempo tenho feito mediações de leitura infanto-juvenil sobre histórias e estórias africanas e afro-brasileiras e cada vez me surpreendo mais: tanto com a forma dos escritores de construírem suas narrativas, quanto do público que me ouve em desconstruir narrativas anteriormente construídas e um tanto já fixadas.

Meus pitacos são, para quem se interessar, sete livros de autores sobre esses temas. Serve tanto como referência para professores, educadores e para pais e mães. Serve também para pesquisadores das Letras, das Ciências Sociais ou História. Tanto para a discussão do tema, como para pensar formas de narrativas para diferentes públicos, como o faz Joel Rufino dos Santos, que torna acessível para criança pequena temas de gente grande.

Boa leitura!

 

Vamos aos pitacos:

1) O presente de Ossanha. Santos, Joel Rufino dos. São Paulo : Global, 2006.

2) A mbira da beira do rio Zambebe. Giodelli, Décio. São Paulo : Moderna, 2007.

3) Histórias da Preta. Lima, Heloísa Pires. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1998.

4) Gosto de África. Santos, Joel Rufino dos. São Paulo : Global, 2005.

5) Contos e Lendas da África (orig.: Contes et legendes dAfrique d’ouest en est). Pinguilly, Yves. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

6) Mzungu (orig. The Mzungu boy). Mwangi, Meja. São Paulo: SM, 2006.

7) Ulomma: a casa da beleza e outros contos. Nkeechi, Sunday Ikechukwu São Paulo: Paulínas, 2006.

 

E aí? Gostaram dos pitacos? Conhecem mais referências de literatura infanto-juvenil? Deixe seus pitacos abaixo!

 

Ah, e você ficou na dúvida sobre o que é Mbira e Kalimba? Veja essas duas fotos ;)

Mbira - instrumento musical

Mbira – instrumento musical

Kalimba - instrumento musical

Kalimba – instrumento musical

 

 

 

 

 

 

 

Bons Pitacos!

 

Pitacos por:

Sidney Ferrer

Sociólogo, Educador no Museu Afro Brasil.