5 referências de crônicas brasileiras

pitacodemia-nelsonrodrigues

Final de semana chegando, e como sempre tentamos por aqui no site, é sempre melhor ter uns pitacos mais leves para aproveitar os dois dias de descanso semana. Bom, os pitacos de hoje estão bem alinhados com isso: crônicas brasileiras!

Para trazer referências sobre o gênero, Dante Felgueiras – poeta que já deu seus pitacos por aqui – indica 5 autores (e 5 trabalhos) para quem deseja ter consto mais amplo com o assinto, bem como ter ótimas leituras para sábado e domingo (pode ler outros dias também,tá.. ler é sempre bom :D). Para falar um pouco dos pitacos, passamos a palavra ao Dante. Bons pitacos!

A crônica, gênero muito cultivado no Brasil, ainda é alvo constante de uma antiga polêmica: não seria ela o mesmo que o conto? Devo admitir que tenho dificuldade para distingui-los, mas será que esse tipo de distinção é fundamental? Ela certamente não serve para qualificar a obra como melhor ou pior. O qualidade do texto – não importa o gênero – é a prova dos nove.

E pensando exclusivamente na qualidade, selecionei cinco livros de autores popularmente identificados como cultores do gênero. Como não tenho lido muitos cronistas contemporâneos, preferi o arroz com feijão dos clássicos. Paulo Mendes, Verissimo e Rubem Braga são verdadeiros mestres da crônicas; Clarice e Nelson, além de terem escrito ótimas crônicas, foram essenciais para a literatura nacional no romance/conto (ela) e na dramaturgia (ele). Em toda convocação sempre há aquela dúvida, “devia ter chamado fulaninho, devia ter deixado sicrano de fora”. Esta aqui, modéstia à parte, não dá margem pra mimimi. Só tem craque.

Vamos aos pitacos:

1. O Amor Acaba (Paulo Mendes Campos) – Ed. Cia. Das Letras

 

2. À sombra das chuteiras imortais (Nelson Rodrigues) – Ed. Cia. das Letras

3. Clarice na cabeceira – Crônicas (Clarice Lispector) – Ed. Rocco

4. Todas as Histórias do Analista de Bagé (Luis Fernando Verissimo) – Ed. Objetiva

5. 200 Crônicas Escolhidas (Rubem Braga) –Ed. Record

 

Gostaram dos pitacos? Vocês têm outras boas referências de crônicas? Deixe seu comentário abaixo!

 

Bons pitacos!

 

Pitacos por:

Dante Felgueiras

Poeta, jornalista e curador de conhecimento.