10 referências sobre combate ao racismo (ou inclusão de saberes plurais)

pitacodemia-angeladavis

Hoje vamos tratar sobre combate ao racismo. A luta mundial pela tolerância, igualdade e respeito às diferenças (pluralidade) é um dos tópicos que embasa os pitacos de hoje, dado por Liliane Braga (pesquisadora do tema), a quem passamos a palavra.

Vale mencionar que quando vocês encontrarem o símbolo “@” como flexão, significa designação dupla de gênero, ou seja, refere-se ao feminimo e ao masculino, de modo a representar os dois gêneros no mesmo termo. Bons pitacos!

Meus pitacos dialogam com o 21 de março, lembrado como o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial em razão do massacre ocorrido Shaperville (África do Sul) em 1960, mas também vão um pouco mais além. As publicações elencadas vêm do século passado até aqui e trazem autor@s de África, Europa, América do Sul, Ásia e Caribe.

Cinco das dez trazem autoras protagonistas ou ao lado de autores. Intelectuais e artistas negr@s formam a maioria nessa lista, que inclui um pouco de tudo: relato histórico, biografia, poesia, conto e produções desenvolvidas no interior da academia – por autor@s menos pautad@s na razão iluminista, talvez. Diferentes saberes elencados lado-a-lado que têm muito a dizer (e, espero, a deleitar) a quem se interessa pelo pluralismo e pelo combate aos racismos.

Vamos aos pitacos:

1) BORGES, Rosane da S. Sueli Carneiro. São Paulo: Selo Negro, 2009.    103p.

2) FANON, Frantz.  Pele Negra, Máscaras Brancas. Salvador: EDUFBA, 2008.     194p.

3) HALL, Stuart. Da diáspora: Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.   434p.

4) JAMES, C. L. R. Os jacobinos negros: Toussaint L´Ouverture e a Revolução de São Domingos. São Paulo: Boitempo, 2010.    396p.

5) Maria Tereza.  Negrices em Flor. São Paulo: Edições Toró, 2007.

6) MOORE, Carlos. Fela. Esta vida puta. Belo Horizonte: Nandyala, 2011.   344p.

7) MUNANGA, Kabengele. Rediscutindo a mestiçagem no Brasil: Identidade nacional versus identidade negra. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.    152p.

8) Projeto História – Diásporas. EDUC, nº 44, Programa de Estudos Pós-Graduados em História da PUC-SP, Janeiro/Junho 2012.    413 p.

9) SILVA, Cidinha da.  Os nove pentes d´África. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2009.    56p.

10) SANTOS, Boaventura de S. & MENESES, Maria Paula (orgs). Epistemologias do sul. São Paulo: Cortez, 2010.    637p.

 

Gostou do tema? Possui mais pitacos sobre? Deixe seu comentário abaixo!

Bons pitacos!

 

Pitacos por:

Liliane Braga

Doutoranda em História Social – PUC/SP